Prefeitura convoca inscritos no Programa Emergencial para entrevista

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, publicou na Edição 1.226 da Imprensa Oficial do município, nesta sexta-feira (14/01), a convocação para comprovação das condições de participação, da respectiva entrevista socioeconômica e apresentação dos documentos exigidos no Edital II do Programa Emergencial de Auxílio Desemprego e Qualificação Profissional (acesse em https://dosp.com.br/exibe_do.php?i=MjE4MDMz).

Os candidatos convocados deverão apresentar-se no dia e horário estabelecidos conforme cronograma, na SERTEC, que fica na Av. Dr. José Adriano Marrey Júnior, 328, Centro. O não comparecimento do candidato, seja qual for o motivo alegado, o eliminará da seleção pública.

No dia 11 de fevereiro haverá a publicação do resultado preliminar dos candidatos habilitados, também na Imprensa Oficial. Entre os dias 14 e 18 de fevereiro, aqueles que não concordarem com o resultado poderão apresentar recurso, que será analisado. No dia 25 de fevereiro será feita a publicação final dos candidatos habilitados, na Imprensa Oficial.

A seleção será feita pela Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social. O Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego e Qualificação Profissional foi instituído pela Lei Municipal nº 4.781, de 15 de abril de 2021. Na primeira seleção, em 2021, foram preenchidas 660 vagas, restando disponíveis 840 vagas neste novo Edital.

O objetivo do programa é atender a necessidade temporária de ocupação, qualificação profissional e de renda para trabalhadoras e trabalhadores desempregados, residentes em Bragança Paulista.

Os selecionados receberão uma bolsa-auxílio de R$ 1.000,00 por mês com jornada de trabalho de 35 horas semanais. Outras 5 horas devem ser dedicadas a qualificação profissional, por meio de cursos oferecidos pelo próprio programa. Os beneficiários receberão ainda cesta básica (condicionada à assiduidade de no mínimo 90% no programa), terão seguro de acidentes pessoais e receberão vale-transporte. Não há vínculo empregatício.