Prefeitura assina escritura e paga primeira parcela da compra do antigo Preventório Imaculada Conceição

Na tarde de quinta-feira (16/12), a Prefeitura de Bragança Paulista realizou a cerimônia de assinatura da escritura de compra de parte do terreno do antigo Preventório Imaculada Conceição, situado na Av. Antônio Pires Pimentel. Na ocasião, o Executivo também pagou a primeira parcela para a aquisição de mais um prédio que é patrimônio histórico da cidade.

A solenidade aconteceu no Paço Municipal, e contou com a presença do Prefeito Jesus Chedid; secretários municipais, vereadores, representantes da Fundação Vida e Esperança (FVE), do Bispo da Diocese de Bragança Paulista, Dom Sérgio Aparecido Colombo, e imprensa.

As tratativas junto à Fundação Vida e Esperança (FVE), nova denominação da Fundação Obra de Preservação dos Filhos de Tuberculose, entidade que implantou o Preventório Imaculada Conceição, iniciaram em meados de agosto. Foram diversas reuniões. Em 14/10 último, a Prefeitura havia assinado o Termo de Acordo Administrativo e nesta quinta-feira (16/12), foi a vez de assinar a escritura e realizar o primeiro pagamento, no valor de R$ 3.250.000,00. O valor total do prédio adquirido é de R$ 6.588.745,39. A área tem um total de 15.703,57 m², nele edificada a casa sede, com 4.500,00 m² de área construída.

No local, a Prefeitura irá instalar as sedes das Secretarias Municipais de Educação e Meio Ambiente, e criará um Polo Turístico Religioso, com a manutenção da Capela, com respectiva sacristia, sala e dormitório do capelão, principalmente em razão de Santa Paulina, religiosa que viveu no local e dedicou seu tempo às crianças que viveram naquele local. Toda a área do Preventório Imaculada Conceição é tombada conforme Decreto nº 11.296 de 28 de dezembro de 2000.

“O Preventório Imaculada Conceição é um patrimônio histórico, mas também é um patrimônio espiritual, que transcende a alma. A capela, em especial, era um espaço que Madre Paulina, hoje Santa reconhecida pela Igreja Católica no mundo todo, abastecia o seu coração de fé”, afirmou o Presidente da Fundação Vida e Esperança (FVE), Padre Cláudio Gregianin.

O Bispo da Diocese de Bragança Paulista, Dom Sérgio Aparecido Colombo, destacou o trabalho de resgate do local, que tem muita história para a cidade. “A vocação deste prédio se confunde com a história de solidariedade, fé e vida. Parabéns à Prefeitura que está resgatando este espaço santo e sagrado”, afirmou.

A Prefeitura de Bragança Paulista trabalha arduamente para desenvolver, fomentar e melhorar a infraestrutura dos equipamentos culturais, turísticos e históricos do município. Foi assim com as obras de reforma e restauro no Museu Municipal Oswaldo Russomano, do Museu do Telefone e do antigo Colégio São Luiz, hoje um imponente Centro Cultural. Investir na revitalização desses prédios é resgatar a história de Bragança Paulista.

HISTÓRICO

Em 1908, a Fundação Obra de Preservação dos Filhos de Tuberculosos acolhia filhos de pessoas com a doença e, em 1913 implantou o Preventório Imaculada Conceição para abrigar filhos de pessoas carentes da capital paulista com tuberculose. De 82 a 93, as Irmãs de Maria de Schoenstatt de Atibaia dirigiram o Preventório Imaculada Conceição, e na oportunidade acolhiam crianças e adolescentes em situação vulnerável, afastadas da família por ordem judicial. Após a desativação do local, o CONDEPHAC considerou o prédio e toda a área como Patrimônio Histórico e Cultural.

17.12.2021 Prefeitura assina escritura e paga primeira parcela da compra do antigo Preventório Imaculada Conceição (1)