Programa Vida Longa tem 17 idosos selecionados

Bragança Paulista já selecionou 17 idosos para o Programa Vida Longa. Todos foram encaminhados pelos equipamentos da Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, como os CRAS (Centros de Referência da Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e Centro Dia para Idosos, sendo entrevistados individualmente.

Os idosos selecionados atendem aos critérios definidos pelo Decreto nº 64.509, de 01 de outubro de 2019, que reformulou o Programa Vila Dignidade, sendo eles: ter idade igual ou superior a 60 anos; ser independente para as atividades da vida cotidiana; estar em situação de vulnerabilidade e risco social; ter vínculos familiares fragilizados ou rompidos; ser inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico; ter renda mensal de até 2 (dois) salários mínimos; residir no município há pelo menos dois anos; prioridade para beneficiários do BPC e aqueles em extrema pobreza.

Além dos idosos já selecionados, a Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social continua realizando busca ativa e as entrevistas continuam em andamento.

O Programa Vida Longa tem por objetivo implantar equipamento comunitário de moradia assistida e gratuita visando a oferta de serviço socioassistencial de acolhimento em República, voltado a pessoas idosas (60 anos ou mais) sozinhas ou com vínculos familiares fragilizados.

É um aperfeiçoamento do antigo Vila Dignidade. O novo conceito do Programa pretende promover maior socialização dos moradores, resgatando o modelo de comunidade. Foi mantido o modelo com tipologia habitacional de unidades autônomas, projetadas com base no Desenho Universal. Vários itens de segurança e acessibilidade estão presentes, tais como barras de apoio, pias e louças sanitárias em altura adequada, portas e corredores mais largos, interruptores em quantidade e altura ideais, rampas e pisos antiderrapantes.

As áreas comuns também são projetadas com recursos de acessibilidade para facilitar a locomoção e dar segurança e conforto ao idoso. O projeto paisagístico é diferenciado para proporcionar um ambiente agradável, e o Centro de Convívio garante um espaço comunitário adequado ao desenvolvimento das atividades previstas no Projeto Social. As áreas externas também foram adequadas para promover melhor aproveitamento pelos moradores, definindo áreas para horta elevada, área de churrasqueira para refeições coletivas externas. O mobiliário prevê áreas de sombreamento trazendo maior conforto, permitindo a permanência dos idosos nas áreas externas da Vila.

O projeto é uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado da Habitação, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, articulada com a Prefeitura de Bragança Paulista.

A Prefeitura é responsável pela indicação dos beneficiários, pela doação do terreno para a construção do equipamento, pela gestão, além da manutenção do empreendimento após a conclusão das obras.

Em Bragança Paulista estão em construção 26 moradias, em uma área ao lado da Escola Municipal Profª Marilis Reginato Abi Chedid, no bairro Vista Alegre. As casas serão compostas por cozinha, sala de estar e dormitório conjugados, banheiro e área de serviço.

Mais de 70% da obra já foi concluída, faltando o acabamento e cobertura do Centro de Convívio. A previsão de entrega pela CDHU é final de março. Após a conclusão do empreendimento e o aceite da obra pela Prefeitura, a ocupação será gerida pelo município, respeitando os selecionados.